sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Liberte-se


Solte‐se e liberte‐se das limitações impostas por suas próprias crenças. Comece mudando apenas o seu
jeito de falar e perceba que as pessoas também mudarão sua maneira de falar.
Dirija seu ambiente com sua conduta e não espere que as coisas mudem por si mesmas: isso seria viver
de ilusão!
Você pode ter e ser o que quiser, se conseguir acreditar que tudo é reflexo de si mesmo. Acredite na
forma do amor que borbulha dentro de cada um de nós! Acredite que, sem amor, o mundo se dirigirá para as
conveniências que criam transtornos. Amar é deixar‐se penetrar no mundo alheio, para compreendê‐lo e não
para julgá‐lo ou transformá‐lo.
O amor ultrapassa as barreiras do medo que limita o nosso dia‐a‐dia e a nossa saúde.
Amor é sinônimo de harmonia, de paz, de doação, de satisfação que fazem brilhar a luz do olhar e
refletir no coração a alegria de viver: ame seu Planeta; ame seus pais; ame a tudo e a todos e você deixará de
esperar algo de alguém, pois seu coração estará preenchido de felicidade.
Esperar algo em troca enfraquece a vontade. Quando esperamos demais, perdemos de vista a
verdadeira troca e não percebemos, nem compreendemos o quanto os nossos valores são diferentes dos das
outras pessoas. É por isso que nos magoamos quando não somos compreendidos ou reconhecidos pelos outros.
Saia dessa casca de ovo e cresça!
As pessoas apenas refletem o que estão espelhando, porém não é sempre que conseguimos ver
nosso próprio reflexo. É observando os outros que saberemos como agimos verdadeiramente em nosso mundo
interior e secreto.
Liberte‐se dos fatores superficiais. Somos muito mais profundos do que mostram as aparências. Vamos
melhorar a cada dia, para melhorarmos nosso ambiente, nosso mundo e nossa saúde!

(desconheço a autoria)
Postar um comentário