segunda-feira, 5 de março de 2012

Vulgaridade Feminina

Eu estou CHOCADA.
Não deveria estar, mas...
O que está acontecendo com a raça feminina?
Pra que tanta vulgaridade, pra que se rebaixar tanto?
Eu sempre soube que muitas mulheres estão "fáceis", que não estão "nem aí" pra mais nada, que fazem o que querem", que "mostram tudo mesmo", enfim...
Mas VER uma situação assim doeu. E me envergonhou... Afinal, eu sou mulher...
No sábado fui a uma casa de Samba muito boa. Lá fica super cheio, a paquera e a "pegação" rola solta. A galera se diverte e "manda ver".
Até aí tudo bem, cada um sabe como se divertir melhor, não é?
Mas daí a ver as cenas que eu vi... Será que só eu achei feio? Vou te contar.
Lá tem uns camarotes que ficam próximo a pista de dança. Estes camarotes tem uns ferros que fazem a delimitação e são um pouco acima do nível da pista.
Em um destes camarotes tinha um grupo bem animado de homens e mulheres. Eles se divertiam muito, embalados por muita vodca. Como eu sei disso? Eu estava em uma mesa bem em frente...
Enfim...
As meninas com vestidos curtíssimos e coladíssimos, tanto as novas quanto as coroas.
Até aí tudo bem, mas... Lá pelas tantas, com muito álcool na ideia, começou a tocar funk. Quando eu vi, deu a louca nas mulheres! Elas começaram a se rebolar, colocar o rabão pro alto. Usar as barras de ferro como um pole dance na horizontal e... mostraram tudo! Calcinha, perereca, peito, bunda, TUDO!!
No desespero da dança, se achando muito lindas e sensuais elas vulgarizaram de uma forma tão absurda que ninguém acreditava no que estava vendo...
Nem os homens acharam bonito, eles riam sem parar da situação, achando aquelas mulheres "putas". Será que eram? Não quero generalizar. Porque tinham algumas putas lá, e elas estavam bem comportadas...
Os homens, seus maridos e namorados (será?), ajudaram nas cenas de horror explícito. Estavam tão bêbados que chegaram a se estabacar no chão. 
Visão mais que dantesca!
Sinceramente fiquei chocada.
Ao sair de lá, pegamos um taxi. Conversando com o taxista sobre as coisas que vimos, ele nos disse que era cristão e tinha horror àquilo tudo, que estava ali só para trabalhar. E nos disse para não irmos mais porque lá é do diabo.
Olha, com todo respeito. Eu falei pro taxista. Eu também sou cristã, afinal todos que acreditam em Cristo o são. Mas gosto de me divertir e não é porque vou a um samba que estou me divertindo com o "diabo". Pra mim esse nome é pesado demais e carrega muitos significados... 
O que existe, ao meu ver, é uma puta falta de respeito com si mesmo e com o próximo. Uma inversão de valores absurda e uma vulgaridade sem igual.
Isso é do "diabo"? Para mim é mais do ser humano... Todos os valores negativos e positivos estão dentro de nós. Basta sabermos quais usaremos.
A mulher é vulgar porque quer, se expõe porque quer, se faz de "puta" (sem querer ofender as moças que ganham a vida com isso), porque querem.
Só não me venha reclamar depois que são taxadas disso ou daquilo...
Mas também não queira me comparar com elas! Estas mulheres não são mulheres, para mim estão se tornando objetos... Não devem nem pensar mais, coitadas...

Postar um comentário